RELAÇÕES COM
INVESTIDORES

Menu

Estratégias

Plano da Companhia para aumentar as receitas e os lucros

Estamos orgulhosos da capacidade da Companhia de oferecer a melhor experiência em restaurantes e comida de qualidade, enquanto impulsiona um forte crescimento sustentável da receita, e continua focada em continuar este histórico de sucesso. A Companhia acredita estar bem posicionada para capitalizar as tendências favoráveis do setor e seu posicionamento competitivo único, executando uma série de iniciativas estratégicas chave.

Continuar a crescer a rede de Restaurantes Madero por meio do Madero Steak House e do Madero Container

A marca Madero cresceu de um único restaurante em 2005 para 161 restaurantes em todo o Brasil em 30 de setembro de 2021. O forte crescimento dos restaurantes durante este período demonstra o sucesso do modelo de negócios da Companhia entre diferentes cidades e estados e o apelo em massa a diferentes demografias. Apesar do forte desempenho da Companhia em todas as áreas geográficas, o Madero ainda está fragmentado em várias regiões do Brasil. Desta forma, a Companhia planeja priorizar estas regiões para uma expansão a curto prazo. Acreditamos que há um espaço significativo ainda a ser ocupado pela marca Madero, com potencial para estabelecer mais de 400 restaurantes em ambos os conceitos ao longo dos próximos 10 – 15 anos, com base em estimativas gerenciais.

Acelerar significativamente o crescimento do Jeronimo

Recentemente a Companhia acelerou a expansão da marca Jeronimo, aumentando rapidamente o número de restaurantes, de 1 em 2017 para 82 em 30 de setembro de 2021. O conceito Jeronimo oferece um novo cenário de fast-casual centrado em tecnologia que se dirige a um público-alvo mais amplo no Brasil, com um ticket médio mais baixo, sendo que o conceito Jeronimo Track também oferece locais de drive-thru convenientes. O uso do drive-thru já estava crescendo rapidamente antes do início da pandemia da COVID-19 e este crescimento foi ainda mais acelerado como resultado da pandemia. Dadas as características da marca Jeronimo, a Companhia acredita que ela apresenta a oportunidade mais significativa de crescimento em toda a sua plataforma. Com base em estimativas da administração, a Companhia acredita que tem o potencial de abrir 700 restaurantes Jeronimo em todo o Brasil durante os próximos 10 – 15 anos. Para cada novo restaurante em potencial que é considerado em ambas as marcas, é aplicado um rigoroso planejamento e análise para ajudar a atingir a lucratividade alvo da Companhia.

Impulsionar o crescimento das vendas nos mesmos restaurantes

O objetivo da Companhia é aumentar a frequência e o ticket médio de clientes existentes, bem como estender o alcance a novos clientes através de seis principais premissas:

– Aumentar o reconhecimento das marcas da Companhia: Desejamos que as suas marcas Madero e Jeronimo estejam no topo das opções de seus clientes. A Companhia acredita que o reconhecimento de sua marca está em um processo de evolução. A Companhia acredita que a reputação do Chef Junior no Brasil ajuda a aumentar o reconhecimento do Grupo Madero, e o crescimento de seus restaurantes em mercados novos e existentes continuará a aumentar a exposição dos clientes às suas marcas.

– Utilizar o marketing para alcançar clientes novos e existentes: historicamente, a Companhia alcançou um crescimento significativo em termos de receita total com gastos mínimos de marketing. Para aumentar a frequência dos clientes existentes e trazer novos clientes para os restaurantes, a Companhia planeja aumentar seus investimentos em marketing ao longo dos próximos anos. Os esforços de marketing se concentrarão em uma abordagem de mídia “always on”, a fim de captar a maior parte da atenção dos clientes existentes e potenciais. Serão utilizadas campanhas em diversas mídias digitais e tradicionais que comunicarão novas ofertas e produtos, oferecerão promoções e manterão as marcas conhecidas ao longo do ano.

– Aumentar a utilização de dados no programa de fidelidade de clientes da Companhia: Estamos no estágio inicial de um forte programa de fidelidade de clientes, lançado em outubro de 2019, que se acredita que irá construir e promover as marcas Madero e Jeronimo. O programa de fidelidade devolve dinheiro aos clientes mais frequentes da Companhia, dando-lhes uma porcentagem da conta como desconto em próximas visitas. Serão utilizados dados coletados para engajar a base de clientes da Companhia, para identificar os principais responsáveis pelas visitas a restaurantes, e para projetar e entregar ofertas que são importantes para os clientes. Em 30 de junho de 2021, mais de 82 mil clientes da Companhia estavam inscritos no programa de fidelidade.

– Expandir as vendas no Happy Hour: Acreditamos que há oportunidades significativas para gerar mais tráfego em seus restaurantes ao longo do dia. Em particular, acredita que o happy hour é uma parte do dia pouco aproveitada nas instalações do Madero Steak House e Madero Container, e planeja estimular o aumento do movimento por meio de campanhas de marketing direcionadas. Acreditamos que este esforço incentivará a conscientização dos clientes e conduzirá a venda de aperitivos, bebidas alcoólicas e não alcoólicas durante o happy hour.

– Inovar as ofertas de menu: A frequente inovação no cardápio da Companhia incentiva os clientes a retornar aos restaurantes da Companhia para desfrutar de novas ofertas. Em cada uma de suas marcas, a Companhia procura regularmente oportunidades para melhorar o cardápio, introduzindo mudanças, pelo menos, trimestralmente. Além disso, recentemente a Companhia passou a disponibilizar no formato de delivery alguns ingredientes e produtos acessórios do Madero (por exemplo, hambúrgueres, linguiça, pratos prontos, pães, maionese, etc.), que está impulsionando as vendas com mudanças mínimas em sua cadeia de fornecimento ou planejamento de estoque. Isto permite que os clientes desfrutem da comida do Madero no conforto de suas próprias casas.

– Mais locais de drive-thru: antes da pandemia da COVID-19, as pistas de drive-thru só estavam disponíveis em alguns restaurantes selecionados do Jeronimo Track. Com as constantes mudanças no comportamento do consumidor como resultado do início da pandemia da COVID-19, a Companhia entendeu que as experiências sem contato em restaurantes serão importantes para o crescimento, e enxerga o drive-thru como uma oportunidade estratégica. A Companhia começou a testar uma segunda pista drive-thru nos restaurantes Jeronimo Track e espera acrescentar mais locais drive-thru nos próximos anos, que também podem estar presentes em outras marcas do grupo.

 

Expandir o delivery em todas as marcas, principalmente através do Aplicativo próprio do Grupo Madero.

O consumo fora dos restaurantes continuará a ser uma opção importante para nossa base de clientes. Espera-se que a entrega de alimentos em casa no Brasil seja um mercado de R$109,0 bilhões em 2020 (crescimento de 21,1% em relação a 2019), representando 36% do setor de food service, com previsão para atingir R$ 139,6 bilhões até 2025, representando um crescimento de 28%, de acordo com a Euromonitor International. A Companhia acredita que o delivery pode impulsionar um crescimento significativo em cada uma de suas marcas no futuro.

Adicionalmente, a Companhia acredita que suas campanhas de marketing direcionadas aumentarão a conscientização do formato de delivery e construirão um forte fluxo de receita de entrega. Em outubro de 2019, a Companhia começou a oferecer serviços de entrega de alimentos em várias cidades por meio de um fornecedor terceirizado apenas em alguns restaurantes Jeronimo. Como resultado da pandemia da COVID-19, foi necessário acelerar significativamente a implementação de opções de entrega de alimentos em nossos restaurantes, sendo que, em 30 de junho de 2021, o delivery estava presente em todos os restaurantes da rede da Companhia em que é conveniente oferecer este serviço. A implementação do aplicativo e plataforma de entrega própria da Companhia também foi acelerada, tanto para o Madero quanto para o Jeronimo. Em 2020, a entrega representou 26,9% da receita bruta dos restaurantes e 29,2% nos nove meses findos em 30 de setembro de 2021, tendo em vista que as restrições causadas pelo COVID-19 afetaram o volume de vendas nos restaurantes. No futuro, acreditamos que a entrega representará aproximadamente 15% da receita da Companhia, considerando a volta do atendimento presencial em 100% dos restaurantes do Grupo, aumentando as vendas tanto nos restaurantes quanto via delivery. A este respeito, as despesas de entrega reduziram inicialmente as margens de lucro da Companhia; entretanto, como o tamanho e a escala de sua plataforma de entrega continuou a aumentar, a Companhia acredita que isto permitiu o desenvolvimento de um espaço subaproveitado existente, ao mesmo tempo em que as margens foram melhoradas, o que beneficiou a Companhia por meio de economias de escala.

Alavancar os investimentos recentes na cadeia de fornecimento e tecnologia para expandir as margens

A Companhia acredita que sua plataforma de produção, distribuição e logística verticalmente integrada permitirá aumentar seus lucros. Nos últimos três anos, foram feitos investimentos significativos em na Cozinha Central, rede de distribuição, tecnologia e outros serviços compartilhados, que serão alavancados na base de lojas nos próximos anos. A Companhia tem uma capacidade instalada excedente incorporada em sua cadeia de fornecimento para suportar a abertura de novos restaurantes e aumento da demanda. Além disso, a Companhia acredita que seu modelo único reduziu a complexidade operacional em toda a rede do Grupo Madero, permitindo escalar com eficiência. De acordo com suas estimativas, a Companhia acredita que sua capacidade instalada atual será suficiente para suportar a crescente rede de restaurantes até 2026.

Em 2019, aumentamos nossa capacidade e expandimos significativamente a produção da Cozinha Central, inclusive através de investimentos na produção automatizada de pães e hambúrgueres, uma instalação de produção de carne defumada, e em 2020 e 2021 foi ampliada a armazenagem automatizada a frio e congelada. Estes investimentos aumentaram a capacidade de produção de pães para 8,6 milhões de pães por mês, ao mesmo tempo em que permitiram manter de forma consistente a capacidade instalada de produção de hambúrgueres em aproximadamente 18,5 milhões de unidades de hambúrgueres por mês, devido a melhorias e novas máquinas instaladas na Cozinha Central. O crescimento de restaurantes da Companhia, assim como o crescimento de suas vendas nos mesmos restaurantes, permitirá alavancar totalmente os investimentos fixos da Companhia, impulsionando o aumento da lucratividade e margens mais altas nos níveis corporativo e de restaurantes. A Companhia também avalia constantemente novas oportunidades para alavancar sua plataforma verticalmente integrada existente e a força da marca Grupo Madero, seja através de novas marcas, conceitos ou locais, para nos permitir estender seu alcance a um público ainda mais amplo.

Expandir por meio de novas operações e marcas, aproveitando as sinergias da plataforma verticalmente integrada da Companhia

Somos uma empresa de restaurantes multimarcas e a sua plataforma verticalizada permite lançar e retirar novas marcas sem grandes investimentos. Com o know-how adquirido na introdução de novas marcas, que posteriormente se tornaram relevantes para a receita da Companhia, como foi o caso do Madero Container e do Jeronimo. A Companhia entende que está bem posicionada para continuar a expandir com novos conceitos, a exemplo da Ecoparada Madero, inaugurada em dezembro de 2020, que se trata de um complexo gastronômico ecologicamente sustentável inovador nas rodovias brasileiras, com 6 diferentes operações proprietárias, incluindo as novas marcas Madero Chicken (que terá sua expansão utilizando a marca Dundee Chicken & Burgers, em substituição ao antigo Madero Chicken), Madero Café e Empório Madero, sendo que cada uma, por si só, representam avenidas potenciais de crescimento nos médio e longo prazos. Com base em estimativas da administração, acreditamos que temos o potencial de abrir 100 Ecoparadas em todo o Brasil durante os próximos 10 – 15 anos.